and even more...

home


click for your Saba fix...
 


 


 

as seen in...

 

 

 

                       

April 19, 2001  Osvaldo Palotti and Lissandra Reis
of Sao Paulo
April 11-20 2001 Queen's Gardens Resort~Sea Saba 

 
Revista Nautica On Line - O segundo melhor lugar para navegar
Nautica  Pesca  Mergulho  Notícias  Fórum Cadastre-se  Calendário  Mercado  Navegação  Fale Conosco  Índice  Guia

Colunistas  ___________________

Paulo de Tharso

 

HELLO FROM SABA !!!

 

Foi assim que tudo começou !!! Recebi um e-mail de uma Operadora de Mergulho chamada SEA SABA, em uma ILHA no meio do Caribe, SABA, para participar de um Fun Tour - DESCUBRA SABA 2000. E LÁ FUI EU !!! A primeira vez que ouvi falar de SABA foi em uma viagem a Grand Cayman, onde dois americanos conversavam sobre o que tinham visto e como era a tal Ilha. 
SABA é um VULCÃO adormecido há mais ou menos 400 anos e que teria ao seu redor uma rica vegetação tropical com seus quase mil  metros de altura.

E assim, respondi prontamente ao e-mail do casal JOHN e LYNN, proprietários da SEA SABA, operadora responsável pelo Fun Tour. Eles me convidaram para participar como representante do BRASIL pela TRIPING VIAGENS, REVISTA MERGULHO e US. DIVERS (FISHING SPORTS).
Comecei então uma viagem FANTÁSTICA por um lugar que poucos brasileiros sabem que existe. Eu diria mais, uma PARAÍSO escondido no CARIBE, um gigante adormecido há centenas de anos e que guarda vários tesouros, em ricas imagens que jamais vou esquecer, fora e, principalmente, dentro d’água.

A ILHA DE SABA vive exclusivamente do TURISMO. Pode-se caminhar por várias horas entre a vasta floresta tropical por trilhas e paisagens exóticas. Mas o que realmente atrai os turistas de todo o mundo é o MERGULHO. 

São mais de 50 pontos de imersão, onde se consegue ver e fotografar peixes e plantas das mais variadas espécies. Entre outras podemos destacar o Cavalo Marinho Amarelo - “YELLOW HORSE”, uma espécie rara. Levamos aproximadamente quase 30 minutos para encontrá-lo, mas infelizmente o dorminhoco estava muito entocado, assim, não foi possível fotografá-lo. Detalhe, só existia um! 
Os imensos rochedos submarinos de SABA, os chamados “PINNACLES”, brotam de profundidades de mais de 2 mil metros para 40 metros. As gigantes rochas circundam vários pontos de mergulho, e a visibilidade é tão boa que se pode ter uma visão periférica de 50 a 60 metros entre um e outro.

Alguns dos mais famosos lugares que devem ser visitados: Babylon, Core Gut, Cove Bay, Diamond Rock, Giles Quarter, Green Island, Greer Gut, Hole in the corner, Hot Springs, Big Rock Market, Ladder Bay Deep, Ladder Labyrinth, Lou’s Ladder, Man-of-War Shoals, Mt. Michel, Outer Limits, Porites Point, Shark Shoal, Tedran Reef, Tent Reef, Tent Reef Deep, Tent Reef Wall, Third Encounter, Torrens Point, Twilight Zone .  

A Operadora SEA SABA, nossa anfitriã, nos proporcionou belíssimos mergulhos. Sempre dois pela manhã e um à tarde.
É importante ressaltar para os futuros visitantes, que, por medida de segurança, deve-se permanecer no local o máximo de tempo possível, após à chegada do mergulho da tarde. Isso porque o hotel fica a uma altitude de 400 metros, um trajeto que se faz em menos de 15 minutos. Isso todos os dias, durante os sete dias que permaneci na ilha. A princípio, fiquei preocupado com o nitrogênio, mas, no segundo dia, comecei a tomar maior cuidado. Mantive-me bem atento, evitando profundidades muito excessivas, principalmente no primeiro mergulho. Fazia as fotos de profundidade e voltava a profundidades menores. Aconselho sempre um Intervalo de Superfície nunca inferior a 60 minutos e atenção ao computador de mergulho, indispensável numa aventura como essa.

Entre um mergulho e outro, John e sua equipe, surpreendentemente formada por mulheres alemãs, nos levavam a um passeio de snorkel em pontos de pequena profundidade, onde as rochas vulcânicas e o mar azul se completavam. Podíamos passar por fendas entre as rochas e tirar excelentes fotos. Existem aqueles que preferiram pegar o caiaque e dar uma voltinha entre as grandes rochas vulcânicas. O mar, na maioria das vezes, é bastante tranqüilo, permitindo aos que não mergulham, uma boa visão do fundo.

Mergulhar em SABA para mim foi uma experiência única. O clima se parece muito com o nosso. Nos primeiros mergulhos, quase sempre em profundidades que chegavam entre 35 e 40 metros, vê-se grandes paredes de corais, ricas em cores e de várias espécies. Habitam, ali, os mais variados tipos de animais e plantas. As vezes eu não sabia se o filme de 36 poses iria ser suficiente para tanta beleza. Imagens que qualquer mergulhador e fotógrafo sonhariam ver e registrar. 

Protegido pelo Governo, SABA MARINE PARK é um exemplo para todo o planeta. É notória a conscientização ecológica dos moradores da ilha e de quem a visita. Ao mergulharmos mais raso, podemos perceber o cuidado que cada profissional tem com as riquezas submarinas, respeitando as normas de segurança. Dificilmente, se lança uma âncora que machucam os corais. Em vez disso, quase todos os pontos são marcados com bóias, onde se fundeiam os barcos.


Uma coisa curiosa é que na ILHA não existe ÁGUA POTÁVEL, toda a água é captada pelas chuvas, desalinizadas, ou importada de vários lugares do Caribe e até dos EUA. A gastronomia recebe influências da tradição de várias nações, entre as quais Holanda, França, Inglaterra, Alemanha e até Itália. Os pratos mais cobiçados são os recheados com frutos do mar, temperados com ervas finas vindas de todo o mundo. 
Essas e outras características fazem de SABA uma belíssima Colônia, onde surge uma língua estranha aos nossos ouvidos chamada de “PAPIAMENTO”. Algumas vezes, podemos achar algumas palavras em português entre o vastíssimo vocabulário, uma mistura dos diversos idiomas natais dos seus imigrantes.
A seguir um mapa com as várias zonas que dividem o Parque Marinho, retratando um belíssimo equilíbrio ecológico. 

 


SABA está localizada a 17.63N 63.23W

Situada à frente de St. Marteen, SABA recebe turistas do mundo inteiro. Sua localização, propicia a visitação de várias embarcações vindas de vários pontos do Caribe e do mundo. 


Saba tem uma Câmera Hiperbárica 

Em matéria de segurança, SABA não fica devendo a nenhuma outra ilha do Caribe, muito pelo contrário. 

Operando desde 1989, SABA Hyperbaric Facility, exibe com orgulho sua CÂMARA HIPERBÁRICA, em funcionamento 24 horas por dia se preciso, e com capacidade de tratar até três mergulhadores por vez, com um supervisor.

NOVIDADES !!! 
A Operadora de Viagens TRIPING, através do fotógrafo e Instrutor de Mergulho Paulo de Tharso, começa agora uma parceria com a REVISTA MERGULHO e os equipamentos US. DIVERS (FISHING SPORTS). Com essa aliança, mostraremos novos lugares ainda pouco explorados, e imagens inéditas, sempre com exclusividade para você leitor e assinante da REVISTA MERGULHO. A TRIPING e seus parceiros comerciais estarão lançando, no primeiro semestre de 2001, o maior TARIFÁRIO turístico de mergulho já produzido no Brasil, o DIVE ADVENTURE, com roteiros mundiais inéditos. 
Nossa próxima parada será o TAHITI. 

AGUARDEM !!!

Dicas


Paulo de Tharso
Colaborador da Revista Mergulho
Colunista do Site Mergulho On Line
Instructor Trainer de Mergulho pela PDIC
Gerente do Depº de Mergulho da Operadora de Viagens Triping

 

 

Copyright 2000 G.R.1 Editora Ltda
É vedada a reprodução total ou parcial sem o consentimento da Editora.
webmaster@revistanauticaonline.com.br

DESCUBRA SABA E O CENTRO DE MERGULHO SEA SABA

Distanciada apenas 28 milhas de St. Maarten, a pequena ilha de Saba espera por voce. Uma ilha como nenhuma outra no Caribe Charmosas vilas, natureza espectacular e fantástica para mergulho. Sea Saba é o operador de mergulho mais procurado do Caribe.

Caso escolha um eco-lodge ou um dos luxuosos hotéis da ilha, Sea Saba vai proporcionar-vos tudo o que poderá necessitar para uma magnifica tarde de mergulho. Sea Saba pode aconselhar-lhe também na escolha de hotéis e restaurantes.

Estamos trabalhando com "Triping Tours" na introduçao da ilha de Saba ao mercado de mergulho no Brasil.

Paulo de Tharso de " Diving Manager daTriping Tours" visitou Saba em Outubro do ano 2000. A història da sua visita em Saba aparece no artigo a seguir. Nòs esperamos que visitem outras areas da nossa website (em Inglês) e esperamos que esteja curioso o suficiente para nos visitar , após a leitura da reportagem abaixo. 

Por favor contate Sea Saba diretamente para mais informações . Nòs recomendamos "Triping Tours:, uma operadora de turismo especializada em divetrips , que pode marcar as sua viagem, incluindo hotéis, voôs, mergulhos e traslados.

Esperamos vê-lo em Saba o mais breve possível..........

Lynn Costenaro e John Magor
Centro de mergulho Sea Saba 

this page last updated 06/03/04 from Sea Saba's Windwardside office

Back to our Home Page
even more information...

  Frequent Questions      Gay and Lesbian Travel      Search           
Liveaboards vs. Landbased      School of Medicine      Birding     Climbing & Bouldering
©
All you need to know...

Why Saba?
  Why Sea Saba?  Saba's Best Boats
Dive Packages W/Hotels and Cottages   All About Saba's Diving  Getting Here 
Travel Tips   Saba Images & Beyond
   
 
Contact & Booking Info   Meet our Crew   Training & Courses   Nitrox Enriched Air  
  
Non-Diving Activities      Altitude Concerns?    Home Page  

News pages:
The Latest News     Nature News    Local News


Deutsch  Italiano  Français    Español    Portuguese

and other good stuff...
Visiting St. Maarten?
  Visiting St. Barth's?   Visiting Anguilla? 
 
Some Saba History  A Taste of Saba  Romantic Saba      

© Use of any image or text prohibited without the expressed permission of:

PO Box 598
Windwardside, Saba
Netherlands Antilles
Dutch Caribbean

divemaster@seasaba.com

+599-416-2246 - phone
+
599-416-2362 - Saba Fax

            Sea Saba actively promotes the programs of PADI, Divers Alert NetworkCaribbean Hotel Association, Do It Caribbean

 

Hit Counter